Share it

Antes de (re)ver um filme, dá uma olhada aqui!

Sabe aqueles filmes de ontem e anteontem que você viu e já esqueceu ou nunca viu, mas tem certeza que sim? Então! Dá uma olhada nestes aqui. Quem sabe ajudamos você a relembrar algumas cenas, elementos curiosos que aparecem nas imagens, ou mesmo, dizer algo que você realmente não viu. E, se não incluímos um detalhe, que você acha importante, comente e enriqueça as análises. Divirta-se!

Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 6 de março de 2010

Entre os Muros da Escola (2008), de Laurent Cantet


Este filme francês trata de uma escola pública francesa e a relação entre os professores e alunos do 8o. ano.

Diz respeito às dificuldades que os professores têm de enfrentar em relação à liderança em sala de aula, que lhes cabe, e o choque entre eles e os alunos que, além de serem representantes de uma classe social menos favorecida da França têm de enfrentar as diferenças culturais, que sempre vem à tona, pois em uma mesmo ambiente estundantil há chineses, árabes, franceses e africanos tendo de lidar com suas diferenças, semelhanças e atritos.

O filme é tenso do começo ao fim e nos faz pensar, durante toda a trama, que algo sério ou grave irá acontecer. Mas, a grande surpresa boa é que não há grandes acontecimentos. Não há lições de moral que fazem o mundo ser melhor ou transformem os alunos em representantes do sucesso pessoal ou vitória de professores que conquistaram seus alunos e fizeram-nos perceber que o caminho correto é seguir seus conselhos.

O que faz o filme brilhar é justamente mostrar o dia a dia entre professsores e alunos da escola pública francesa, as dificuldades enfrentadas pelos dois lados, seus pontos de vista, suas fraquezas, adapatações e mudanças que podem ocorrer duarente um ano letivo.

Nos leva à "realidade" de vidas dando-nos o exemplo que uma situação, uma escolha desencadeia a outras, sem grandes vitórias ou grandes derrotas, nos mostrando apenas o esforço de alunos, pais e professores de sobrevirem e tentarem ir adiante, com suas convicções, sem que ocorra uma troca de valores e aprendizado que transformem profundamente aquele meio.

Outro fator a ser percebido no filme são as atuações, pois o filme contém, tanto nos alunos como nos professores, a interpreatção de atores amadores, o que torna as interpretações mais naturais e espontâneas, tendo até um aspecto de documentário ou impressões da realidade. Tanto é que, a obra foi adaptada do livro "Entre os Muros" (2006) escrito por François Bégaudeau que interpreta o professor François Marin, no filme.

Procuramos em filmes de ficção histórias que nos transmitam uma dose de fantasia, mas de vez em quando, sermos surpreendidos com doses de realismo podem nos fazer enfrentar, de forma mais clara, as adversidades do cotidiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário